segunda-feira, agosto 25, 2008

SP – Peterhof

Peterhof aka Petrodvorets aka residencia de imperadores como Pedro (o grande).

Demoramos mais de 1h ‘a procura do barco que nos levasse la’, as poucas indicacoes que nos davam eram contraditorias, se e’ que sabiam alguma coisa, talvez se tivesse conseguido apanhar um barco.

Fomos de metro ate’ uma estacao e depois de autocarro. Era a 1° paragem, ha’ uma fila de gente, aparece o autocarro e acaba-se a fila, uns correm, uns entram pela frente e outros por tras. E’ a lei da sobrevivencia... E nos ficavamos a olhar... e esperavamos pelo seguinte, nao fossemos ser repreendidos por entrar pela porta da saida ou cometer algum “crime” social. E depois o motorista percorre o bus e recolhe o dinheiro.

Pelo menos nao havia muita fila para entrar no "recinto". Novamente uma area enorme de palacio e jardins, com a caracteristica de ter cascatas, dezenas de fontes e repuxos que alegram os visitantes.

Com varias “casas” pelos jardins, parecia ridiculo ter de pagar 10 a 15 eur para visitar cada uma delas, preco de turista, claro, se fossemos russos era quase de borla.

Optei por comprar uma coleccao de postais do palacio onde se consegue ter uma ideia do seu interior.

E tambem havia obras em algumas zonas, edificios tapados.

Baia da Finlandia

Pedro, o grande, para onde se atiravam moedas. Como nao era facil acertar no alvo e ficar la' a moeda, o mais comum era apanhar moedas do chao ou apanhar com elas vindas de tentativas de outros turistas.