sexta-feira, agosto 15, 2008

SP – casamentos


Quando vimos o primeiro casal de noivos ou recem-casados, achamos piada. Ao 2°, era coincidencia, “olha outro”!. Mas rapidamente percebemos que era habitual e parecia fazer parte do dia a dia da cidade. Numa 6f vimos mais de 15 casais, e durante o resto da estadia, ja’ era normal...

Havia sempre uma limousine envolvida, geralmente decorada com um par de aliancas enfeitadas na dianteira. O numero reduzido de convidados cabia sempre nesse meio de transporte tao “vulgarizado”. Por vezes via-se uma garrafa de champanhe ou um bolo ou aperitivos no meio do grupo, mas tudo em pouca quantidade.

Depois havia sempre um casal com umas faixas, como as misses, que dava a ideia de serem os padrinhos. Eram aqueles que nao nos deixavam passar em certo percurso onde a maquina fotografica ou de filmar planeava entrar em accao.

E era um primor... aquelas poses, de filme, ela a correr, ele atras, espreitavam no meio das arvores, ele ajoelhado, toda uma imensidao de cenas propositadas que eles cumpriam com orgulho. E estavam no meio da cidade, nos parques, jardins, museus, mas tambem nos palacios dos arredores.
O negocio dos casamentos corre bem em SP!