sexta-feira, dezembro 15, 2017

Casablanca Variété

Para despedida de uma colega, fomos ao Casablanca Varieté, um restaurante com um teatro lá dentro, onde se fazem espectáculos de variedades, circo, magia...
O menu é variado e bastante caro, a começar pelas entradas. Tudo ok mas a cumprir o esperado, nada do outro mundo.
O serviço  é +- e depois fomos convidados, quase forçados, a pagar extra pelo espectáculo de magia que ia haver, se quiséssemos... eram só 7eur por pessoa, e foi giro, mas teríamos preferido que fosse no fim do jantar que tivémos de quase interromper para ir lá para cima.
E depois a conta veio em formato simplificado e achei que haveria marosca... a dividir entradas e sobremesa, mesmo com os 7eur extra, achei que 51eur era um disparate para o que tínhamos comido... é uma vez e fica sabido...

terça-feira, dezembro 12, 2017

De Bekeerde Suster

Tinha jantar com colegas e a sra ligou a dizer que o sítio tinha tido um incêndio e não podia abrir no dia reservado. Ooooops! Mas deu alternativa e lá fomos experimentar o Bekeerde Suster (+- a irmã convertida).
Espaço enorme e agradável, bom para grupos, local central e muitas cervejas à escolha, caseiras, de pressão e de garrafa.
O pão caseiro feito com cerveja, quentinho e crocante, com especiarias (canela) era uma maravilha com manteiga! Os nachos eram diferentes do habitual e bons para partilhar.
Uma grande variedade de pratos, vários hamburgers, fish & chips, franguinho tenrinho, bacalhau, spare ribs, salada de quinoa... um pouco de tudo para todas as dietas.
E a um preço muito acessível, um grupo grande com entradas partilhadas, cervejas e vinhos, pratos variados, ficou em menos de 30eur. Aposta ganha e um novo sítio para degustar uma cerveja em boa companhia!

quinta-feira, dezembro 07, 2017

Brunch no Zoku

Pelos meus anos perguntei a uma amiga se recomendava algum sítio de brunch, para ser um novo... o Zoku!
No topo do hotel, com vista (cinzenta, mas é da época) promissora para dias solarengos, espaços convidativos no terraço para grupos pequenos. É um espaço muito social, com recantos para todos os gostos, decoração moderna e alternativa, muitos acessórios giros para descobrir e usar...
Livros, ping pong, saco de boxe, peixinho, máquina de imprimir a 3D, jogos de tabuleiro, mesas para trabalhar, recantos para reuniões, o cantinho da música com instrumentos... com cafetaria, bons chás, bolinhos e até um mini supermercado com iguarias...
Mas o objectivo era brunch, reservado online para assegurar mesa, já agora na janela (para ter uma melhor vista do cinzento!). Escolhe-se um prato para o brunch (preço único de 17.5eur): ovos, doce, carne ou peixe (embora no ecrã também aparecesse a opção vegan). Pedimos pelo ipad, pagamos logo e siga... O resto é em formato buffet de acesso ilimitado como num pequeno-almoço de hotel... sumo, máquina de café, chás de boa qualidade (pukka), pão fresco e crocante, compotas (lemon curd!!!), charcutaria, fruta... à vontade do freguês! Os pratos eram todos bons, tudo era fresco, saboroso e pelo preço fixo... achei a maior maravilha!
Encheu, tanto de convivas como de estudantes ou trabalhadores de fds, não sei, mas muitos de "apple" aberto e phones nos ouvidos, ou em conversas de grupos.
Pedem para ajudar a colocar a loiça no armário, e tudo se passa em ambiente muito descontraído e cool. 
Adorei!
No Verão será maravilhoso!

terça-feira, dezembro 05, 2017

Biscoitos para o Sinterklaas

A Hello Fresh enviou um pacote de farinha mix para fazer os biscoitos kruidnoten e pus, literalmente, as mãos à obra, adicionando manteiga e leite, fazer bolinhas pequenas que depois cresceram e se colaram umas às outras. Ficou bom, embora tipo bolacha em vez de biscoito, não ficou crocante, não sei porquê.
Hoje é o dia do Sinterklaas, com os seus Piets (já não se diz que são pretos...), trocas de presentes para os Holandeses e delírio dos miúdos quando alguém misteriosamente toca à campainha, desaparece, e os sapatos aparecem com presentes!

quinta-feira, novembro 30, 2017

The Phoenix Project

Um colega estava a ler o The Phoenix Project no comboio, fiquei curiosa, arranjei uma cópia. Li as primeiras 100 páginas de seguida e fartei-me de rir!
Um livro sobre IT, uma qualquer empresa fictícia, mas que cola com qualquer uma e é giro identificar quem são os personagens no nosso IT... até tem os auditores de IT! "Auditors have friends?"
Ainda não acabei, mas estou a adorar a maneira como está escrito, para quem não é de IT, os conceitos estão explicados e simplificados. Recomendo!

quarta-feira, novembro 22, 2017

Glow Eindhoven

Nunca tinha ouvido falar do Glow em Eindhoven, mas uma amiga já ia pela 3a vez e convidou, vamos a isso!
Na cidade da Philips, nunca irão faltar ideias luminosas!
Fica a cerca de 1h30 de carro, se tivermos sorte com o trânsito, e de comboio é bastante mais.
Dura só uma semana e era o penúltimo dia, um mar de gente ia seguindo o percurso de cerca de 6km para ver as várias composições luminosas.
A igreja de Santa Catarina fica muito muito gira cheia de cores e desenhos coloridos.
Não tínhamos mapa mas iamos seguindo a multidão e tentando aguentar o frio, uns mais interessantes que outros, alguns interactivos, educativos.
Em edifícios, árvores, na água, contentores, com música, com fumo...
É uma experiência interessante, ainda que parece que tenha sido menos "uau" que em anos anteriores.
E daqui a nada começa o  festival de luzes em Amesterdão (1 Dez - 21 Jan 18), que se faz bem numa bike, com luvas e gorro e tapa orelhas e cachecol e... costuma ser giro!

quarta-feira, novembro 15, 2017

Restaurante Auberge Jean & Marie

O Auberge foi recomendado por colegas Franceses, que são conhecidps por serem um bocadinho mais esquisit... requintados na escolha de restaurantes e comida.
Fomos então experimentar num Domingo, que pensava eu ser um dia calmo, mas encheu, com mesas ruidosas.
Havia o menu combinado de 3 pratos: paté caseiro, com vegetais agridoces (diz que estava bom) + Blanquette de vitela com alho francês braseado, chalotas e batatas roseval (diz que estava ok sem ser uau) + cheesecake de abóbora com gelado de avelã (o melhor dos 3 pratos que ganhou elogios) – na 2ª foto.
Entrada à parte de beringela assada com flor de mel e chili, ricotta caseira e cevada crocante – era muito bom e bastante picante!
O prato de peixe do dia era... qualquer coisa que não deu para reter a explicação, mas era peixe fresco, tinha mexilhão, um pedaço de polvo, camarão, tinta de choco e puré de batata – era bom e fora do comum.
E para a minha “sobremesa” estava já a sonhar com os queijos, que... eram bonzitos mas fiquei desiludida... para já tive de pedir mais pão, porque 3 pedaços com a fatia fininha era impossível... os queijos eram bons (gosto de todos) mas... já fiquei mais satisfeita noutras ocasiões.
Ouvimos que havia um chefe tuguês, e havia um vinho tuguês tinto e um branco na carta, vá lá...
A senhora não era antipática mas também não nos ligou grande coisa durante a noite, e ficámos lá mais de 4h, outras mesas chegaram depois e saíram antes, e não foi porque demorámos muito tempo a comer...

Talvez  a expectativa fosse elevada, mas não adorámos. Claro que foi bom e um óptimo momento entre amigas, mas não será o 1º restaurante que nos vem à cabeça quando conseguirmos marcar outro jantar...