quarta-feira, maio 03, 2017

Visita relâmpago ao Louvre

O museu Louvre dispensa apresentação... já tinha visitado uma vez há... 10 anos! para ver os “principais”. Na semana anterior fui lá com uma amiga numa 5f, mas afinal o dia de abertura alargada era à 4f ou 6f... estadia de trabalho prolongada, voltei na semana seguinte, combinámos para 4f. Ritmos de trabalho exigentes, só entramos já perto das 21h, e pelas 21:45 começam a “varrer” os visitantes pelas alas fora para a saída (fecha às 22h). Tive a vantagem de ter entrada gratuita por a empresa dela ser patrocinadora oficial.
Estava com uma exposição temporária "The Body in Movement - Dance and the Museum", organizada pelo coreógrafo Benjamin Millepied. Pequenita mas interessante.
Deu para rever os preferidos, sendo impossível visitar todas as alas num curto período. Nem sei se um dia inteiro seria suficiente, afinal de contas é o museu maior do mundo! Inicialmente fortaleza, foi residência de reis e evoluiu para museu, com peças de todo o mundo (cerca de 38k!).
É muito muito grande, magnífico, magnânimo, fantástico, impressionate, imponente... um prazer de visitar.
As pirâmides, as esculturas, pinturas, objectos de arte, os tectos...
Perguntas de quem é curioso... quantos empregados tem? Entre guias, srs que guardam e rondam pelas salas, limpeza... quanto tempo demora a limpar/aspirar todo aquele chão? É possível conhecer/localizar as peças todas? Há indicações para a sra Lisa, mas perguntámos pelo quadro da “sra Francesa com a bandeira” e o sr sabia... o arquivo e organização devem ser algo muito estruturado e bem documentado, ou espera-se que seja...