segunda-feira, março 14, 2016

RJ – Mercado de fruta

Uma semana para re-visitar o Rio de Janeiro, cerca de 10 anos depois da 1ª vez. Em plena crise de zika, vários cuidados com repelentes e protector solar, fui de propósito depois do Carnaval para evitar a confusão, embora ainda houvesse alguns “blocos” locais para desfile das escolas vencedoras. De -4 graus Invernais em Amesterdão para quase 40 graus de Verão no Brasil... de volta ao chinelo no pé (fiel às havaianas há muitos anos), calções e top leve, despojada de qualquer valor para não chamar a atenção. Ah saudades de ver o sol e sentir calor!
Não há nada como ir a um mercado local e comprar produtos frescos... especialmente quando sou “viciada” em fruta e se pode provar frutas diferentes, tropicais, com cheiro e sabor característicos, sem terem sido congeladas e transportadas de barco para a Europa. E a simpatia local é tal que passamos nas bancas e nos dão pedaços generosos de fruta para provar, melancia, melão, morangos, uvas, anonas (ou fruta do conde/ fruta pinha ou atemóia, cherimóia, da mesma família), abacaxi, pêras, goiabas, mangas, mamão e papaia... um festim de cores e sabores naturalmente doces. Não se provam bananas ou diospiros mas são igualmente doces e acrescentados ao saco que vai pesando cada vez mais... que maravilha!
Também há, naturalmente, vegetais, hortaliças, flores, peixaria frescam, carne, biscoitos... Encontram-se iguarias locais como outras espécies de courgette, inhame, batata baroa, aipim/ mandioca, chuchu...
Com o calor na rua, era óptimo chegar a casa e comer fruta fresca do frigorífico, que deleite!

6f na praça Nossa Sra da Paz, Ipanema.

1 Comments:

At 12:13 da tarde, Blogger Presépio no Canal said...

Eu seria muito feliz aí. Gosto imenso de mercados! E um dia, gostava de conhecer o Rio (também tenho curiosidade em conhecer o bairro onde o meu pai viveu).

 

Enviar um comentário

<< Home