quinta-feira, maio 07, 2009

Passeio T&T e Frísia (2)

Com um dia solarengo de céu limpo, era de prever que houvesse trânsito para o barco, que nos leva de Den Helder a Texel (o primeiro T). Fez lembrar os dias em que se ia para o Alentejo ou Algarve e se esperavam horas em Setúbal e depois em Tróia, no regresso, para entrar no barco que faz a travessia. Havia sempre pessoas a vender marisco e jornais a quem esperava pacientemente. E depois era ir para a frente do barco contar alforrecas!

Havia muitas famílias a ir de férias, com cães, mas depois de chegar à ilha desapareceram todos e era um sossego na estrada...
O museu marítimo tinha um submarino à porta.

O barco Teso chega ao cais.

Não foi preciso reservar nem foi muito caro, 35eur ida e volta, carro com ocupantes.

Fomos explorar os pisos de cima, com café, loja, imprensa gratuita com informações e agenda da ilha. Mas a viagem é rápida e quase tivémos de correr para voltar ao carro, já estavam quase a abrir a ponte.


Seguimos até à capital Den Burg, pequena, com lojas iguais ao costume, mais outras de artesanato local.

Passámos no Ecomare mas não visitámos por dentro, achei caro, e não sabíamos bem o que nos reservava o resto da ilha, a fila antes do barco tínha-nos roubado horas de visita. Teríamos visto focas e ficado a conhecer mais do ecossistema da ilha.

Em De Koog, fomos espreitar a praia e o mar.

Parecia um Algarve pequenino, muitos restaurantes seguidos, turistas, lojas de artesanato. Para nós já estava bastante frio, andei enrolada na écharpe e a desejar ter trazido o casaco do carro. Mas era ver míudos de calções, tshirt, descalços... embora ninguém no banho.

Até Cocksdorp, na ponta Norte da ilha, onde tem o farol, motivo do íman da praxe.

Pelo caminho há memés! Eles faziam muita publicidade à carne de borrego e também estamos na altura dos espargos, mas ficámo-nos pelas sandes caseiras. Desta vez a mana provou arenque.

E também túlipas, genuínas, muito bonitas!


A ilha é engraçadita, de carro tudo é perto, mas quase não se sente que se está numa ilha, parece mais um pedaço de Holanda, que também o é, claro...