quarta-feira, abril 04, 2018

Transportes cdmx


Fui desaconselhada a andar de transportes públicos, pela segurança física de assaltos, e também de possibilidade de mãozinhas alheiras quererem explorar outras coisas para além dos meus pertences... mas acabei por andar de metro e “trolebus” com companhia. Está sempre tudo à pinha, sardinha em lata, durante todo o dia.

O metro até cobre razoavelmente a cidade, e não tem muito mau aspecto, em algumas estações estava moderno. Tem polícia e seguranças, e tem carruagems só para senhoras e crianças... experimentei J só custava 5 pesos, quase 22 cêntimos... e era muito frequente.

Já que chovia depois dos Mariachis, em vez de caminhar mais (nesse dia o telefone reportou 16km a andar) apanhámos um trolebus, que custava 4 pesos (17 cêntimos!), durante umas paragens. Ora então um autocarro com o cabo eléctrico, tão cheio que a porta da frente ia aberta e o condutor disse às pessoas para terem cuidado, para ver se não caía alguém à estrada... o seu volante gigante tinha um buraco no centro, mas o sr ia tocando no buraco e soava a buzina a cada 5m… siga!

Não andei de bus normal, que segundo percebi, não tem paragens... se alguém quiser subir ou descer, em qualquer altura, o sr pára, no meio da estrada, seja onde for. Serviço e atenção ao cliente no seu melhor!
Nem quero imaginar como seja no verão, com temperaturas altas, tudo colado uns aos outros... Sobrevive-se, é barato, é uma aventura...