segunda-feira, março 02, 2009

Tour lisboeta (parte 2)

Em cada ponto de referência o autocarro pára e pode-se sair, há quase sempre sugestões de passeios, museus e outros locais a conhecer e explorar.

Os edifícios das Amoreiras, a mãe de água do Aqueduto das Águas Livres (outro passeio na lista por cumprir), o jardim e basílica da Estrela.


Descemos a Av Infante Santo e ouvimos falar em painéis de azulejos, algo que talvez já tenhamos visto mas não reparado com “olhos de ver”, a cidade está cheia de coisas bonitas a que não damos valor!



(estes já não devem ser do mesmo autor, mas são coloridos e alegres)

Passa-se ao lado do Museu Oriente, por baixo da ponte 25 de Abril, chega-se a Belém e ao Padrão dos Descobrimentos.


Vê-se a Torre de Belém ao longe, sobe-se ao Restelo e passa-se por aquelas vivendas enormes com jardins bonitos.

Depois do estádio do Belenenses, desce-se até aos Jerónimos e tivémos de parar, claro, passagem obrigatória pelos pastéis de Belém!

Sempre cheio, mas felizmente a fila das salas do fundo não demorou e nem o atendimento. Quantos pastéis comes? 1... 1,5... 2! E dois chocolates quentes, porque entretanto arrefeceu, fez-se vento e estávamos a gelar no 1º andar. Que maravilha de pastéis, sempre quentinhos e estaladiços!
Espreitámos o Starbucks quase ao lado, que tem o aspecto e preços iguais ao que seria esperado da marca, com ambiente acolhedor no 1º andar. Gostos não se discutem mas nós não trocaríamos um pastél de Belém quentinho por um muffin de chocolate, nem mesmo um scone (que nem havia)!

Apanhámos o bus seguinte, que era o último do dia, mas caso perdessemos, o bilhete era válido para toda a rede pública da Carris.
Passámos pelo Museu da Carris, Museu de Arte Antiga e chegámos novamente à Praça do Comércio.
Não tinha muita experiência de passeios turísticos mas fiquei bem impressionada e com vontade de repetir noutras cidades. Não chegámos a experimentar a explicação em outras línguas para tentar “avaliar” a coerência (parece que nos barcos pelos canais de Amesterdão o conteúdo das gravações varia com a língua e muitos estão desactualizados... ainda é um passeio que tenho para fazer).
Para as próximas pessoas que pedirem sugestões de passeio por Lisboa, vou certamente sugerir este tour. Com o nosso bom tempo, sol e céu azul, fica-se com uma impressão muito bonita da nossa capital.
Porque isto de ver coisas bonitas todos os dias, rapidamente lhes perdemos a noção, tomamos como garantidas e damos-lhes menos valor, o que é uma pena...