segunda-feira, janeiro 31, 2011

RD Cbrt – Cascata


Com o mau tempo, mas também por questões de orçamento, optámos por uma excursão da agência Iguana Mama, a mais recomendada pelos guias.
27 Charcos de Damajagua

São 27 saltos… alguns de… 8 metros? Já não lembro bem… era muito alto!
Era impossível levar máquina fotográfica, tinha de ser impermeável e teria de saltar connosco, e não tínhamos qualquer mala/saco de suporte. Se fosse hoje, teríamos levado uns calções e uma tshirt, sentimo-nos pouco vestidas só de bikini e colete salva-vidas, curtinho…

Tivémos direito a pequeno-almoço, um balde de sumo de laranja e um croissant. O problema era a viagem durar cerca de 1h… e wc??? Parámos para ir buscar 5 irmãos (um deles é comandante do barco que leva turistas a Alcatraz em São Francisco), e o guia fez-nos o favor de perguntar se deixavam as moças usar a wc deles… Olá, nós também vamos na excursão, posso ir à sua wc?...

Pelo caminho passámos no malecón/marginal de Puerto Plata, que terá muita vida em tempo de verão, com bares e música.

Estava de chuva, subimos a pé uns 40mins, a escorregar terrivelmente, raízes de árvores, digamos que o caminho ainda era muito selvagem. Também nos faltaram sapatos próprios… Éramos obrigados a usar capacete, “guide die, no problem, tourist die, big problem! Put your helmet!”. Os guias eram exímios a segurar-nos quando já sabiam que íamos escorregar, tinham muita força para nos içarem or segurarem pela pega do colete! O caminho era tortuoso, longo, a subir, difícil e cansativo. Mas o som da chuva na floresta é algo de muito espectacular…

Acho que o normal é subir pelas cascatas e depois descer… não sei como é possível subir em algumas delas, deve ser ainda mais cansativo, mas é mais giro andar pela montanha e descer pelas cascatas, nem que seja pela diversidade de paisagem!
1o salto, ai… isto é alto… pernas a tremer… e se eu cair e bater na rocha?... ahhhhhhhhhhhh, splash… pronto, não foi mau… outra vez, bora lá!
Umas eram pequenas. Outras eram muito altas e metia medo!!! Outros eram tipo escorrega natural, a rocha estava macia da água e não magoava nada. Algumas eram fantásticas, a natureza no seu melhor!
Comprámos o dvd que um rapaz ia fazendo, e saltava com um braço no ar para não molhar a câmara dentro de 2 sacos. Mas infelizmente tem falhas, uns bocados a preto… também vinha com um cd de músicas locais, mas infelizmente a qualidade do som é terrível, está cheio de ruído :(
Os guias faziam saltos acrobáticos, estavam muito habituados. Mas no dvd ainda se vê as nossas caras de medo a saltar… de vez em quando lá havia uma chapa… e ainda bem que tínhamos colete, porque o bikini às vezes sai do sítio… ooops!
vídeos (alheios) no sítio do costume.