quinta-feira, agosto 20, 2009

Fds na Côte d’Azur p2

Antibes (no antigamente conhecida por Antipolis), fica entre Nice e Cannes.

Para o pequeno almoço, nada melhor que ir à boulangerie-pâtisserie local e trazer chausson aux pommes, uma fatia de tarte Tropézienne (a que eu insistia em chamar viennoiserie), pains au chocolat, croissant... e claro, a baguette!

No centro, ao lado da câmara municipal é o caríssimo mercado Provençal, interessante mas mais dedicado aos turistas.

Não se justificam cerejas a 24eur o quilo!!! Mas comprámos uma alface para o almoço por 1eur, é aceitável. E um queijo óptimo que provámos por oferta do vendedor.

Mil especiarias para colorir e enfeitiçar qualquer cozinhado.
Não provei a socca, crepe-panqueca tradicional da zona, feita de farinha de grão, temperada com pimenta. Tinha fila e era feita num mini-forno, fica para a próxima!

There are 48 beaches along the 25 km of coastline that surround Antibes and Juan les Pins. Há muitas praias mas em versão mini, a distância da “terra” à água é mínima, o que não impede de ter muitos banhistas dispostos da melhor maneira possível. Se não se esticar a toalha e se for ao banho, no regresso o lugar estará ocupado! Ao lado do porto há outra mini praia, de la Gravette, com areia (embora geralmente “postiça”).

The largest yachting harbour in Europe, with more than 2,000 moorings, can accommodate craft of more than 100 metres. Há toda uma indústria à volta de barcos, lanchas, iates, etc. Aluguer, compra, catering, limpeza, tripulação, manutenção... Inicialmente vêem-se uns de tamanho médio, com jet-skis, sofás e outras comodidades simpáticas.

Mais à frente passamos pelos gigantes, de luxo, onde cabem vários barcos lá dentro, imaginam-se salas de cinema, alguns têm heliporto, etc etc. Onde o dinheiro chegar e o gosto/capricho do dono for seguido. Os donos serão ingleses, franceses, australianos, neo-zelandeses, russos, árabes...

São muitos, tanto no porto como na água, e estando dias bonitos não deu para ver os “famosos”, como o do sr Abramovich, que andaria lá perto.
Mas pesquisando no Wikipedia, até fico com a sensação de que o barco da foto é o Pelorus... tem um "barquinho" de apoio e tudo!

Não visitei o forte Carré, fica para a próxima.
A água com aquele azul de piscina...

Para o almoço, nada melhor que umas douradas grelhadas com salada e muitos queijos franceses!

2 Comments:

At 9:34 da manhã, Blogger Rita said...

Ontem fomos lá ao porto e o Pelorus estava ancorado para limpeza. Presumo que o sr Abramovich estivesse já na sua mansão do Cap d'Antibes!
Bjinho. Rita V.

 
At 10:48 da manhã, Blogger gasparzinha said...

Essas especiarias no mercado...
Agora os preços são uma afronta! Sò mesmo para Abramovich's.

 

Enviar um comentário

<< Home