segunda-feira, agosto 17, 2009

Experiências de vida, diversidade cultural (parte 1)

Há episódios de vidas que “davam filmes”, muito interessantes. É giro conhecer novas realidades e perceber que não há nenhum standard, nem no mesmo país quanto mais em continentes e culturas diferentes. O “normal” não existe e as surpresas sucedem-se naturalmente sem aviso.
Aqui noto muito mais uma mistura de culturas, com aceitação, preparação e disposição. Em PT não é comum pensar em arranjar emprego não falando a língua e um turista não se safa muito bem nem com o inglês, infelizmente.

Cada vez mais se torna comum os miúdos falarem mais que a língua “materna”, 3 ou 4 é um cenário possível. Por exemplo, um colega de trabalho é português, a mulher é espanhola. A filha de 4 anos fala portanto português e espanhol. Mas na escola fala holandês. E o inglês vem sempre pelo meio e é internacional e desenrasca em qualquer uma das situações, com o pai, a mãe, na escola ou na rua.


Um ex-colega daqui era australiano, tem lá uma herdade/quinta. Mas tinha família italiana, portanto tinha uma máquina de expresso com a qual fazia cafés Illy, que veio da Austrália e percorreu meio mundo como bagagem de mão. A mãe estava doente e os cuidados mais adequados foram encontrados na Bélgica, portanto ele ia e vinha todos os dias. Já algum tempo saiu da empresa e anda por aí a navegar no seu Eileen of Avoca.

Outro colega, indiano, foi de férias para a Índia e os pais puseram um anúncio no jornal para encontrarem noiva, mais ou menos isso. Entrevistou umas 10 por dia, daí a 2 meses voltou e casou-se, eventualmente ela veio para cá, sem saber falar a língua, acho que +- inglês, e acho que nunca tinha saído da aldeia dela. Vi umas fotos do casamento, nunca vi a noiva sorridente, mas havia os vestidos, as cerimónias, o ouro, o dinheiro, as pinturas...

Há um inglês que já cá trabalhou mas voltou para Londres há algum tempo. Continua a vir cá com regularidade passar os fds... Gosta mais de passar aqui os fds do que em Londres. Os pais fazem algum pressão e perguntam quando encontrará companheira para casar...

(tbc)