segunda-feira, julho 20, 2009

Bioscoop @NL


Felizmente que por cá os filmes não são dobrados, como em Espanha, França ou Alemanha..Tem de se ter cuidado é com filmes estrangeiros que não ingleses, ou passados noutros locais com línguas difíceis como árabe ou cirílico.
Este fds fui duas vezes ao cinema, é substancialmente mais caro que em PT, 8.8eur se comprado pela internet, 9.1eur se comprado na máquina e 9.5eur se comprado na bilheteira. Há cartões do cinema que por 18eur mensais se pode ter livre acesso às sessões que se queira, basta ir 2x por mês para compensar.


Sábado foi dia de Harry Potter, filme em inglês, legendas em holandês, percebe-se bem e entendo melhor as legendas, frases completas, diálogos. Tem é de se “ignorar” os nomes dos personagens que são diferentes em holandês. Nós também tínhamos os bonecos da Rua Sésamo com nomes locais, mas é estranho ver personagens familiares com outros nomes. Até deu para saltar da cadeira, mas li o livro o ano passado e ia relembrando a história. Claro que faltam sempre partes e a adaptação ao cinema é sempre diferente, mas bastante fiel. Os miúdos estão muito crescidos.


Domingo foi um pequeno desafio, Rudo Y Cursi, filme mexicano. Antes, houve uma apresentação do novo filme do Almodóvar, em espanhol de Espanha, tudo ok. Mas o RyC é narrado por um argentino, com a pronúncia “ge” em vez de “lle”, o Gael e o Diego falam espanhol do México, muito calão e palavrões, legendas em holandês. Acho que apanhei 90% do filme. Em diálogos-discussões dos manos, às vezes a Catalina ria-se (chilena) e eu perguntava ao Gerardo (mexicano) o que tinha perdido, mas traduzir palavrões nem sempre é imediato :P O filme é giro, é uma comédia, representa bem a realidade futebolística da América do Sul, e os nativos reconheceram hábitos e características bem retratadas pelos actores.

Não sei se me aventure a ver o Coco avant Chanel, falado em francês com legendas em holandês... o ouvido tem de estar treinado, a língua está enferrujada, embora já tenha tirado a gramática da prateleira para recomeçar...
São as maravilhas de viver na Europa, ser emigrante e gostar de línguas... embora não tanto de holandês...

1 Comments:

At 6:22 da tarde, Blogger gasparzinha said...

Tb ando com muita curiosidade pelo Coco, mas mesmo que não entendas tudo, delicias-te com o guarda roupa!
:)

Beijinhos.

 

Enviar um comentário

<< Home