sexta-feira, maio 15, 2015

Cru – Split 1

Primeira paragem do cruzeiro no mar Adriático, Split, 2ª maior cidade da Croácia, na região da Dalmácia, património Mundial da Unesco. Uma excursão, autocarro e passeio a pé pelo centro da cidade com uma guia muito simpática. Em terra, parecia que ainda se ondulava, o equilíbrio estava um bocadinho desnorteado...
(Depois da visita optámos por almoçar no barco, mas como ainda havia a tarde livre, voltámos a sair e fomos descobrir a praia. Areia natural, fina, mas escura. Água fria mas bom para sentar na areia a descansar e apanhar um bocadinho de sol. E o bar tinha wifi, deu para ver as gordas das notícias e limpar emails.)
Provámos uma panqueca com espinafres e queijo que se chamaria Suparnik.
A estátua do sr GrgurNinski, bispo no tempo medieval tinha um dedo dourado, de tanto toque turista, por se dizer que dá sorte...
Ruas catitas, cheias de construções muito antigas, uma história muito complicada e misturada entre culturas, religiões e países vizinhos. A independência veio em 1991.
Uma praça construída à semelhança da de S. Marco, mas com a particularidade de ter roupa estendida, acho que isso não se vê em Veneza. Teatro nacional.
Gente simpática e acolhedora, recantos muito giros.
Mercados simples, de peixe, outro com flores, fruta e alguns produtos artícolas. Cidade miniatura.
Joaninha! Não percebi o que era, o Google aponta para uma série ou novela de tv, mas achei que seria meio de pagamento já que se encontrava à porta de papelarias e afins.