terça-feira, maio 12, 2015

Cru – Veneza 2

Na zona do Rialto (S. Polo)  há um mercado com frutas e legumes coloridos e reluzentes, peixe e marisco fresco em boa variedade.

A famosa ponte do Rialto está em obras de recuperação, mas pode-se atravessar na mesma e admirar as vistas.
Há sempre um corropio de barcos e quase não se vêm carros, mas nunca se escapa da enchente de turistas, da qual faço parte, apesar de não ter um “pau para auto-retratos”... tantos! 
Não se paga para entrar na basílica de S. Marco, mas cobra-se para se ver o tesouro e subir ao miradouro. O palácio Ducal também pode ser visitado. A ponte “dos suspiros”, que liga o Palazzo Ducale às Prigioni Nove, o primeiro edifício no mundo construído para ser uma prisão, onde outrora se ouviam os prisioneiros nas lamentações desgraçadas com o reduzido contacto com a liberdade, pela janela.
Na praça de S. Marco há vários cafés, um deles o Florian, dos mais antigos do mundo com a orquestra ao vivo a entreter os clientes (há outro com orquestra ao lado da praça). Gelados, bolos, lojas caras.
Passear de gôndola também será coisa de turista endinheirado. 80eur ou mais...