segunda-feira, março 05, 2018

The Breakfast Club

Tal como o nome indica, o Breakfast Club é para pequeno-almoço, mas ao fim de semana atira sempre para o brunch ou almoço. Não indo cedo, antes das 11, fica-se à espera na fila, que pode demorar meia hora ou mais. No nosso caso fomos cedinho e tivemos mesa, mas quando saímos era a confusão à porta com lista de espera.
Há vários pela cidade, e o serviço e oferta pode variar, a A. teve má experiência com várias opções esgotadas e trocas de pedidos. No nosso caso correu bem, com cão e tudo, prato de água para o cão, festinhas no cão, sorriso do staff, e qual lavar as mãos depois das festas ao cão... estamos na Holanda... (pouco higiénicos, 50% lava as mãos depois do wc... em PT 85%!)
Adiante, já sabemos ao que vamos.
Vieram umas panquecas de matcha, com queijo mascarpone, doce de framboesa e lima, nozes pecãs e chocolate por cima. Para mim umas panquecas do dia de trigo sarraceno e abóbora, com mirtilos e frutos secos. Ok-ish, meio maçudas, tive de adicionar um bocadinho de melaço. E uns huevos rancheros, que pareciam ok, mas depois de estar na Cidade do México, acho que são europeus - posts virão, com tempo!
Cumpre, não é caro. Achei mauzinho terem cobrado 50cent extra por ter pedido descafeinado, mas ninguém saiu com fome...