terça-feira, março 27, 2018

Pirâmides de Teotihuacan

Depois de um dia de descanso, fomos para outro dia cheio de passeio e cheio de horas passadas no trânsito... não fosse isso e era tudo uma maravilha!
A cerca de 40km da cdmx, temos Teotihuacan, sítio arqueológico, com pirâmides e cidade importante dos tempos idos, +- 200aC, onde viviam cerca de 5k pessoas, na primeira cidade planificada da Mesoamérica. 
O espaço é enorme, e estava solinho, bonito para passear. Tem 5 portas, entrámos na 5, perto do restaurante da Gruta.
Podíamos ter tido guia, logo à entrada somos assediados por vários. Mas acabámos por ir só nós e há muitas placas indicativas com as notas históricas. A cidade foi habitada e prosperou durante cerca de 900 anos.
Pirâmide do sol e da lua, subimos as duas, claro. Pelo meio a grande avenida, calçada dos mortos. A do sol tem 64m de altura, parece ser dedicada ao deus da água, Tlaloc. A da lua tem 42m de altura e não se podia subir até ao topo, não percebi porquê.
Escadas íngremes, degraus altos, não custa horrores mas o coração sente o esforço e começa a saltitar. 
Vários locais onde se celebravam rituais, paredes adornadas com pinturas simbólicas a deuses e animais.
Cactos “ao natural”, os redondos são os nopal, que se comem no estufado e nos totopos. Os com extremidades alongadas são os magueys, agave ou aloé.
Demorámos umas 2h em passeio e não vimos as ciudadela, meio engano, meio cansaço, ah e tal, não faz mal. Tem muito para ver, deve ser mauzinho no pico do calor, poucas sombras. Encontrámos uma máquina de refrigerantes e soube bem um sumo de maracujá local. E tem vendedores ambulantes chatos, coitados, têm de ganhar a vida mas...

O museu arqueológico tinha mais explicações, maquetes e artefactos. 
E no fim provámos pulque, bebida "dos deuses" feita com o maguey, de sabor muito estranho, avinagrado... nos restaurantes turísticos locais... meh...

1 Comments:

At 8:07 da manhã, Blogger Love Adventure Happiness said...

Apanhei um escaldão nesse dia na parte de trás das pernas e nos ombros... Mas valeu tanto a pena!

 

Enviar um comentário

<< Home