segunda-feira, janeiro 22, 2018

Paris avec Poppy

A seguir à expo de Dior, não havia planos concretos, a ideia era passear, descobrir, comer... e foi o que fizémos.
Zona das galerias lafayette e a estátua da República.
Voltei à Angelina para mais um monte branco, essa bomba com creme de castanhas... até queríamos ter sentado para um chá a acompanhar mas tinha fila e estava demorado... comprámos um chá num quiosque e fomos sentar nas cadeiras catitas do jardim das Tulherias, só faltou o sol... e provei a galette du roi, o bolo rei deles que nada tem a ver com o nosso, folhado e com pasta de amêndoa por dentro, crocante e bastante manteigueiro... assim como as kouignettes, que provámos de pistachio e de amêndoa, muita manteiguinha para distribuir... macarons e éclairs foi só para a foto.
Passámos pelos mercados pequeninos de Domingo, Sain Martin e Des Enfant Rouges, com as furtas muito bem arranjadinhas, e carotas, queijos sem fim, vinho, charcutaria... entrámos na livraria Shakespeare & Co, muito acolhedora e velhota, com várias salas labirínticas carregadas de livros, novos e velhos, espaços de leitura a partilhar com o gato residente.
Caminhámos pelo bairro Marais, com as suas lojas catitas e bom ambiente. Seguimos dicas de conhecidos locais e fomos para a fila do “Ás do fallafel”, kosher e aclamado também pelo NY Times. Fila para sentar, mais uma vez, ficámos de pé e comemos pelo caminho. Era muito bom sim sra! Um bocado difícil de comer sem “entornar” ou sujar as mãos... seguimos caminho pelo centro Pompidou e terminámos nas lojas e supermercado de Châtelet - Les Halles, estacão de metro e comboio gigante. O iphone acusou 16.2km no sábado e 13km no Domingo. Comemos muita coisinha, mas também queimámos algumas calorias...