sexta-feira, janeiro 13, 2017

Restaurante Visaandeschelde

Comer peixe e marisco por cá, em restaurante, é quase sempre pedir desilusão, nem que seja pelo preço. Estamos habituados a fartura, frescura e coisas simples, grelhados, cozidos, no forno ou em caldeirada.
Mas nunca recuso restaurantes novos, e há sempre a experiência de novos sabores e comer com os olhos. O “peixe no rio Schelde” (passa no sul da Holanda) é caro e bem frequentado, com uma carta de vinhos quase enciclopédia. Menu de 5 pratos, mais entradas, pena não estar de estômago vazio, mas também não se é obrigado a terminar todos os pratos, embora odeie desperdiçar comida. Mas se há muita e não adoro, mais vale deixar.
Snack, Seaweed cracker - ‘One bite’ – fresco e muito agradável
Dumpling, prawn, mango, red pepper, sesame – era interessante e bom
Smoked salmon, canapé, cockle, chives – não tenho a certeza se era isto, a sra falava depressa e não consegui apontar tudo, por isso copiei do site.
Cannelone, oyster, foie gras, chestnut, roodbonter cheese – se calhar sou eu, mas o cannelone precisava de mais 1min de cozedura, e os sabores não combinavam bem, opinião mútua.
Pollack, escargot, tarragon, amsterdam onion – sim tinha uma caracoleta cortada ao meio, não sei se fazia especialidade. Era ok.
Haddock, jerusalem artichoke, chanterelle, beurre noisette. Estava muito bom, avelâs a cobrir o peixe suculento, cogumelos e os cremes de acompanhamento.
Skate fish, orseradish mousseline, soester root, oyster mushroom, hibiscus. Até gosto de chá de hibiscus, mas em molho achei que não ficava bem com o peixe, que era bom e me fez lembrar caldeirada, ainda por cima estamos no mês do concurso anual na Costa da Caparica (não sei se ainda existe).

Para sobremesa, uma de cada, a partilhar. 
Domestic and imported cheeses, compote, nut bread
Callebaut ecuador origin chocolate 70.2%, cherry, tonka bean, pecan
Ambos bons, mas já não havia fome e espaço disponível para tudo, prova-se um bocadinho e termina-se satisfeito. Teria ajudado o chá de menta fresca mas a sra esqueceu-se...

Não estava totalmente cheio mas bem composto. Parece que faltou alguém na cozinha, mas 3h para 5 pratos foi cansativo, demorou. Apesar de ter qualidade, há pratos que podem ser mais simples ou mais saborosos, dado o trabalho que transparecem na preparação. Ainda assim, não impressionou demasiado, prefiro comprar no mercado e fazer em casa, ou guardar desejos para comer em PT...

O vinho escolhido era maravilhoso e adicionei à minha lista de preferidos (gruner veltliner) e até trouxe/ comprado, 2 copos de vinho, srs copos, versáteis e de qualidade. Engraçado gostar de vinho em adulto, estranhou-se há muitos anos, entranhou-se facilmente.

1 Comments:

At 1:55 da tarde, Blogger Tiago Tavares said...

Ainda existe o concurso de caldeiradas na Costa! :) Mas agora é mais para o final de Fevereiro, princípios de Março.
Sobre o último: http://gandaia.info/?p=9888

 

Enviar um comentário

<< Home