quarta-feira, setembro 18, 2013

Yamazato

Há vários anos que queria ir ao Yamazato, “Traditional Japanese Restaurant awarded one Michelin Star (desde 2002), Chef Masanori Tomikawa”.
Finalmente consegui companhia e fomos deliciar-nos com a comida Japonesa. Todos os empregados são Japoneses, assim como a mobília, loiça, vestuário e calçado. Há um sério sotaque Japonês, dificultando o entendimento quando explicam o que nos servem e sugerem algum acompanhamento.
O menu tem muitas opções, pratos soltos ou em combinação. Depois de demorada escolha, optámos pelo Tori Kaiseki, mas com uma pequena alteração: uma comeu bife como prato principal e a outra teve sushi. Existem “categorias” de pratos que depois vemos no menu da época (muda todos os meses) a que poderá corresponder.
TORI KAISEKI: With grilled fillet of beef as main course
“Sakizuke” amuse bouche, feijão verde e camarão
“Zensai” appetizer

"Yokobue" Steamed king crab cake, smoked salmon and grilled eel? Acho que era só salmão grelhado, delicioso.
"Kuwa-yaki" Grilled quail with Kuwayaki sauce – acho que era, muito bom.
"Dengaku-yaki" Grilled oyster with Dengaku-miso? Acho que não estava.
"Tai kobujime ikura" Sea bream with salmon roe – não sei o que seria o roe mas o peixinho era fresco e bom.
"Miso-zuke" Grilled mackerel marinated with Saikyo-miso – sabia muito a peixinho fumado...
“Owan” clear fish soup – o prato menos interessante, com um sabor muito estranho... next!
“Tsukuri” sliced raw fish: Sashimi of sea bass, tuna and squid? Em vez de lula acho que tínhamos salmão. Muito fresco!
“Tempura” deep-fried shrimps, fish and vegetables – crocante e muito bom, sem ser pesado. Podia-se adicionar sumo de limão e um ingrediente incerto no molho de soja, legume branco, cortado em mil pedacinhos.
“Wafū-steak” grilled fillet of beef with Wafū sauce, Miso soup and rice. O bife era delicioso, já o arroz era normal, e depois de tanto prato, ficou para a sobra.

O sushi era bom e variado, mas estava carregado de wasabi... ela avisou, mas o que podia eu fazer? Sofrer...
“Mizukashi” dessert – era bom mas fiquei um bocadinho desiludida, não porque tivesse fome, mas porque a mesa do lado tinha um prato com mais variedade que nos deixou curiosas...
Acompanhámos com Ume Genshu, licor de ameixa, que era a absoluta maravilha e tentei encontrar para comprar numa das lojas Japonesas e na Chinatown. Comprei vinho mas não é o mesmo, para a próxima levo uma das outras garrafas a ver se acerto.

Gostei muito mas... pensei que ia ser extraordinário de ficar marcada para sempre... talvez tivesse as expectativas muito altas, estrela Michelin, anos a tentar ir e excelentes críticas de amigos. Poderei voltar um dia, mas talvez prefira experimentar outro estrelado de cozinha diferente... Quando o mealheiro encher outra vez J