terça-feira, setembro 17, 2013

De Kersentuin

Em época de Restaurant Week, fomos experimentar o Kersentuin, jardim das cerejas J
Para a mesa vieram umas amêndoas fumadas e salgadas, uns palitos de vegetais para o creme de queijo.
De entrada surpresa veio uma caneca mini com um caldo-sopa de aipo e mais qualquer coisa, mas o sabor do aipo não dava margem para quase mais nada. Os Holandeses são grandes fãs de aipo, nós nem por isso. Umas pipocas caseiras com trufas. E uma colher de mais creme de queijo, embora diferente do outro, este mais sólido. Bonito e tal, mas comer queijo numa colher ou passar 3 pipocas no queijo... não teve sucesso imediato.
Para entrada oficial veio um atum braseado com salada wakame, pepino pickle, gel de Ponzu (molho de soja e mais qualquer coisa) e espuma de cogumelos shiitake. Era bom, cumpriu, a espuma era curiosa. Atenção ao pormenor de bolinhas de pepino, com casca.
O prato principal era entrecote de “Simmenthaler”, creme de milho, batata frita e molho de chili e ervas. A carne estava muito saborosa, apesar de não terem perguntado se queríamos bem ou mal passado (falta de pormenor), estava ok. O tomate cereja não tinha pele, um pormenor... mas o sr foi servido antes de 2 senhoras, falta de pormenor. Não perguntaram (pormenor em falta) mas nós pedimos um copo de Mirassou, Pinot Noir da California para acompanhar, que era uma maravilha, fiquei fã no imediato!
De sobremesa, a fazer jus ao nome, panacotta de cerejas com creme de amêndoas, cerejas frescas recheadas de pasta de amêndoa (haja paciência do chef ou trainee para cumprir este pormenor culinário) e sorbet de karnemelk (leite azedado) e alfazema.
Era tudo bom, mas acho que o pormenor de descaroçar as cerejas e enfiar lá massapão... não resulta tão bem que mereça o esforço.

Pormenores à parte, o serviço era bom mas com falta de atenção em alguns pontos, esperado num restaurante “requintado”. A comida era boa e “complicada”, bem decorada, mas também não impressionou tanto quanto podia, como já aconteceu noutros. O convívio dos amigos vale sempre a pena e complementa a noite!