terça-feira, fevereiro 09, 2010

Actividades de Winter Blues

Não tinha bem conhecimento do que seria o Winter Blues, até o sentir em Amesterdão…
Falta de sol, dias pequenos, muita escuridão, muito cinzento, muita chuva, muito frio, muita neve. Os casais ficam-se por casa, os solteiros tentam combinar programas… Li recentemente que o dia 18 de Janeiro, ou aí perto, era, estatisticamente, o dia mais deprimente do ano, ou o dia em que mais pessoas se sentiriam deprimidas. Talvez por terem acabado as festas de Natal e Ano Novo, “começa” um novo ciclo, já que muita gente opta por redefinir objectivos nesta altura.
Há poucas horas de luz, depois do trabalho está escuro, não se anda muito pela rua, está frio, etc…
Com a amiga mais vizinha a morar do outro lado do canal, obrigo-a a ir ao mercado aos sábados e depois pomo-nos em cozinhados, convida-se um cobaia (porque a mesa só senta 3) e vai-se percorrendo os livros da Vaqueiro.
Liga-se aos papás e tios a tirar dúvidas, convém virar o peixe a assar no forno, a sapateira coze em 15mins, afinal erva-doce é o mesmo que anis!
E visitámos uma loja deliciosa na Kinkerstraat com todas as especiarias e mais muitos extras, numa mistura de cheiros e cores que alimenta e aguça as ideias culinárias.

Bolo de chocolate, formas pequenas, com claras em castelo/nuvem tivémos de usar as 2 formas.

Bolo de azeite e mel, peço desculpa pela consternação causada pela imagem! Não levou claras em castelo, achámos que cabia numa só forma. “Cheira a queimado!” Olha, põe um papel a tapar. “Está a deitar massa para cima das batatas doces (das 2 qualidades que se encontram no mercado)!” Hã??? @#$%^*, furámos a cobertura do bolo com esparguete e baixou, o vulcão culinário deixou de expelir massa e eventualmente cozeu...

Caril de borrego, receita Vaqueiro, muito cremoso!

Comprámos forma de soufflé na Duikelman (que tem tudo e mais alguma coisa para cozinha), é fácil e sai bem com pescada! Próximos objectivos: soufflé de salmão, sapateira e outro peixe branco…
Pão de queijo da Bimby, com receita aldrabada pela falta de queijo “a sério”.
Bolo de bolacha (com bolachas integrais, devia ter posto mais café para humedecer)
Próximos objectivos na categoria doces: tarte de lemon curd e cheesecake!

Se não posso comprar, posso alugar! Finalmente uma passadeira de corrida... E uso sim sr! Em frente à TV, dá para ver séries e ouvir música para distrair. Tem programas que mudam a inclinação a cada minuto, neste são 5km no total e tenta-se resistir à tentação de olhar para o relógio e distância corrida.
Nesta altura nem pensar ir correr para a rua, no escuro, ao frio e a escorregar no gelo, cheia de roupa e luvas e bóina... Já tenho a máquina há uns 3 meses e extendi o aluguer por mais 2. Excelente opção para não ficar totalmente «enferrujada». Com a desvantagem de ocupar meia sala e ter de ajustar a mobília... Se quiser comprar o equipamento, desconta o dinheiro que já paguei do aluguer!


Põe-se a leitura em dia.
Já saíram as nomeações dos oscars, a lista de filmes em lista de espera vai aumentando.
Analisa-se a agenda de eventos da cidade, seleccionam-se concertos, demostrações, exposições, festas, muitos deles gratuitos.
O puzzle lá continua, muito devagarinho...
Durante a semana dá para uma ou outra coisa, felizmente há um bom balanço entre horas de trabalho e horas livres. Mas cada vez que chega o fds e ficamos contentes de ter 2 dias livres, queremos pôr o sono em dia e atrasamos o duche porque sabe bem andar de pijama e roupão pela casa a preguiçar… depois passa num instante e lá começa a semana…
Malditos Winter Blues !

2 Comments:

At 7:14 da tarde, Blogger Pedro Teixeira said...

Entendo perfeitamente grande parte do que descreves. Tive que vir para a Holanda para fazer o meu primeiro bolo e pôr-me a descobrir mais música nova que todo o tempo em Portugal. Os Winter Blues têm esse efeito, de nos dar a possibilidade de fazer coisas, que de outra forma não faríamos. Mais uma semanitas

 
At 3:40 da tarde, Blogger gasparzinha said...

Pelo teu post, tb tenho sentido os Winter Blues por cá! :)

Grandes petiscadas que por aí se fazem e lá está ele, um sr sufflé! :) :)

Agora na casa nova tb comprámos uma bicicleta elíptica e tenho usado imenso. Tal como dizes, fazemos exercício e ainda pomos a cultura em dia. :)
Gostei mesmo foi desse sistema de aluguer, e ainda por cima, se se quiser comprar descontam as mensalidades. Muito bom!

Beijinhos e bom exercício.

 

Enviar um comentário

<< Home