terça-feira, setembro 15, 2009

Concerto de Coldplay - Nijmegen

Os bilhetes estavam comprados desde final do ano passado…
Nijmegen não é em Amesterdão, é longe... tinha ideia de ir de comboio, mas depois do F me ter dado tampa (foi de ferias para PT) tive de arranjar nova companhia e ele preferiu alugar carro. Má ideia, demorámos 3h a chegar lá, tive de “jantar” uns fritos horrorosos (nem as batatas fritas sabiam bem…) e não consegui chegar à parte da frente da “plateia”, fiquei perto da barreira… :(

Era ambiente de “festival”, não vi a 1a banda de suporte e vi o fim da 2a, White Lies, não me prendeu a atenção.
Felizmente havia um email enviado aos compradores dos bilhetes com o horário de cada banda e sabia que os Coldplay só iriam subir ao palco pelas 21h.

À parte de uma chegada tardia e atribulada, ao fim das primeiras músicas já estava muito contente de ali estar.
Ao vivo nunca desiludem e fazem versões curiosas e diferentes do que se ouve nos álbuns. Para além do palco principal, deslocaram-se para 2 outros pontos para estar mais próximo do restante público.
Houve fogo de artifício no Fix You e no fim do concerto.
Houve balões gigantes amarelos no Yellow.

Houve milhares de borboletas em papel colorido no Lovers in Japan.
Houve muita interacção com o público (em PT ainda seria melhor). Houve improvisação, versões acústicas e enganos, com pedidos de desculpa e correcção.
Houve Billie Jean num tributo ao MJ. Filme do ecrã, já que nesta altura eles estavam do lado esquerdo e eu não os conseguia ver, tinha a casinha do técnicos de som/computadores no meio.

Houve parabéns a um dos músicos que fazia anos no dia seguinte. E uma música desconhecida, parecia lenga-lenga de crianças.

Houve cd gratuito para todos, distribuído à saída, download possível no site. Espreitar também alguns vídeos fantásticos deste álbum.
Felizmente não houve muito trânsito para sair de lá, talvez tenha tido sorte. Mas o trânsito em redor de Nijmegen foi tão grande que foi motivo de noticiário, críticas e análises por parte das entidades, foi um caos… Já com o concerto dos U2 foi muito mau para sair do estádio de carro. Lição aprendida, no próximo concerto grande que houver vou de comboio!

Houve concerto dos bons! Viva os Coldplay!