terça-feira, julho 31, 2018

Praga – vistas p1

2 dias em Praga no fim de Junho, para revisitar com mais calma, já tinha ido há uns 2 anos e em trabalho mas não tinha dado para tudo, claro.
Caminhando desde o hotel passámos na Loreta (pagava-se a visita interior), mas queríamos mesmo era ver o castelo, que é tem vários museus, cathedral e igrejas dentro das muralhas. Só que a fila era de horas e não tínhamos lembrado de planear/reservar com antecedência… oops!
Sendo assim visita-se toda a zona (enorme, de cerca de 70.000 m2) sem entrar em nenhum dos espaços pagos, mas não foi por forretice, foi mesmo ter demasiada gente a querer fazer o mesmo…
 Tem-se uma vista gira da cidade, muito verde e edifícios antigos para contemplar.
 Muitas igrejas bonitas, a ponte do“Carlitos” de passagem obrigatória e cheia de animação. A outra atração obrigatória era o relógio astronómico na câmara municipal antiga, mas estava ainda em renovação e todo tapadinho… segundo “big ooops” L

Passámos na Casa Municipal, no Rudolfinum (sala de concertos), na dancing house de estilo muito diferente do resto da cidade, mas sempre giro ver desafios arquitectónicos.
Andámos à caça de mercados ams eram todos pequenitos com meia dúzia de bancas com fruta e legumes, que não era o nosso target. Provei um snack Uzbek, com espinafres e era muito bom. Estava um tempo óptimo, por isso fomos também até ao rio/ docas à procura de uma cidra refrescante. Até vimos um barco/bar tuguês mas queríamos algo local. E provámos um snack local tradicional, “krupky”, uns “cheetos vaporizados com amendoim”… estranha-se mas entranha-se rapidamente, era bom!