quarta-feira, abril 12, 2017

Poké perfect

O poké é um conceito muito simples, ingredientes de sushi numa taça, à nossa escolha, centenas de combinações possíveis, tal a variedade de base, proteína, toppings, molhos e toques finais crocantes.
Quando passei a 1ª vez no Poké Perfect, de bike, e vi que era um sítio novo, fiquei curiosa, tinha bastante gente. Quando tentei ir com uma amiga, tinham acabado de perder a licença de ter mesas, por queixa de uma vizinha. Quando fui há umas semanas, ia preparada para take-away, mas afinal já se podia voltar a comer lá, a vizinha perdeu o caso. Realmente, não tem cheiro, não é algo que demore a comer e fecha cedo, não há muito ruído… teve foi um sucesso imediato tal que tem estado sempre cheio e às vezes até têm de fechar temporariamente as encomendas online por falta de capacidade para escoar tanto pedido. Entretanto já abriram também em Utrecht.
Uma sopa miso e uma opção sugerida:
The Witzel – salmão, abacate, pepino, cebolinho, masago laranja (ovas de peixe), com sementes de sésamo e o molho da casa Ponzu, base de arroz de sushi.
Um pedido ad-hoc, com base de quinoa, salmão, feijões edamame, tangerina, salada de algas, flocos crocantes de algas e cebola crocante, também com molho Ponzu.
Pedimos as taças pequenas, e garanto que é muita coisa para comer! Simples e perfeito, leve, fresco, saudável. Atendimento muito muito simpático, descontraído e empático.

Para a próxima experimento a variante sushirrito…