segunda-feira, julho 29, 2013

Rijks renovado

As filas para entrar no Rijks ainda são grandes, principalmente aos fds, mas é quando se pode ir... Percebi depois que a fila é para entrar no recinto, não necessariamente para a bilheteira. E quem entra pelo elevador... passa à frente dos outros... Quem tem cartão dos museus, tem entrada específica com leitor do código de barras, também mais rápido.
Já tinha saudades de ver o “meu menino” Cupido sentado.
O mapa ajuda a encontrar as salas, mas entramos e saímos da zona de bilhetes, temos de mostrar várias vezes, é confuso.
Leiteira, check, guarda da noite, check... mas tem finalmente a coleção inteira para ver, muitos anos de história retratada em várias peças de diferentes séculos. Barcos, armas, esculturas, miniaturas, ourivesaria, porcelana, armaduras... A biblioteca é bonita e calma, os espaços são grandes, corredores largos. Umas peças mais modernas no último piso, outras daquelas que não se entende. E os jardins são uma maravilha no exterior!
E já passei de bicicleta pelo túnel num fim de dia durante a semana. É fantástico chegar a museumplein desta maneira!