segunda-feira, fevereiro 14, 2011

Milano – Fds de passeio

Andava há algum tempo a tentar arranjar companhia para um fds em Milão, Itália.
Os meus colegas de Roma (rapazes) nem queriam acreditar, mas não queres ir para qualquer outro lado? Podes cancelar? É horrível, não tem nada para ver, nunca há sol, é só poluição e roubos e…
“Make sure you bring:
an anti food poisoning kit.
Pickpockets sensors.
Anti-malaria...no maybe you don't need it any more.
Yellow fever vaccine.
Radiation kit. Especially against Uranium isotope U-N232”

“Make sure you buy special glasses, as there is lot of fog over there and it will be impossible to see things 1 meter far from you.
Don’t dress expensive clothes, as at the end of the day all your clothes will be dirty due to the dusty air and dirty weather (from the engines of the cars, and from the too many people living there).”

Errr…
Estavam enganados, eu fiquei com boa impressão da cidade e o fds teve muito sol! Que saudades já tinha de o ver, quentinho e brilhante, acompanhado de um belo céu azul, que maravilha!
Voos Easyjet, 70eur i/v. Nesse fds Amesterdão estava com ventos demoníacos, que obrigaram a atrasos nos voos e alguns abanicos até aterrar, mas tudo ok.

Apanhámos um comboio do aeroporto de Malpensa para Milano Centrale, 7eur.
No regresso, nas máquinas, só consegui comboio por 12eur, que era diferente do viajado à chegada, não percebi…

Hotel Galles, 4 estrelas em bom preço, 90eur por noite em quarto duplo com pequeno-almoço. Bem situado, a 5mins a pé da estação central, à porta do metro e numa avenida cheia de lojas.

E que pequeno-almoço, daqueles de buffet com tudo e mais alguma coisa, bom aspecto, pessoal simpático, qualidade e quantidade. Daqueles em que comemos tanto e tão bem que só se tem fome pelas 15h… Fomos à sauna, o banho turco era fraquinho e a piscina interior estava em construção. Maçãs na recepção, mapa detalhado e fácil de usar à disposição.

Quase todas as ruas de Milão têm estes respiradouros “horrorosos”… cada um com a sua panca e eu cá não gosto nada de andar em cima destas coisas :(

Os eléctricos fazem lembrar os nossos antigos, mas às vezes os srs pareciam doidos, tal era a velocidade com que vinham, foge senão ele atropela!

Não andámos nas bikes, mas podia ter sido uma boa solução, bike Mi!
Andámos umas vezes de metro, ao fim do dia, cansadas…