sexta-feira, fevereiro 11, 2011

Marroquino Biladi


O resturante Biladi vinha recomendado na Timeout Amsterdam (TOA) e já queríamos experimentar há muito.

Fomos sem reserva mas conseguimos mesa para 2. Estava cheio e as mesas que iam ficando livres não demoravam até receber novos clientes.
Ambiente familiar, a decoração com azulejos na parede, ainda que com diferentes motivos, faz lembrar um restaurante português.

Mencionada na TOA, pedimos a sopa tradicional harira, que é realmente uma refeição, de quantidade e composição, tem carne, vegetais, grão, massa... muito saborosa e rica!

As tagines... vão ao lume ou ao forno?... ao lume!
Posso tirar foto?... Errr... sim... (tagine ao lume entre a pilha de pratos e os vasos de ervas aromáticas).

Tagine com borrego, tinha também ameixas (grandes), ovo, amêndoas.

Couscous de vegetais, vinha com um molho, adivinho de tomate com pimentão vermelho. Os srs do lado comiam tigelas de molho com pão, para além do resto do prato.
Muita quantidade... prato bem servido e a sopa de entrada...

Venha o chá de menta! Com muita menta dentro do pote, e também muita água, o chá dava para 4 pessoas a repetirem a dose!
Muito bom, comida tradicional e saborosa, muito grão, couscous, carne, nota-se que eles gostam de comer e o fazem com gosto. E preços normais, sem ser Amsterdão inflacionado.