quinta-feira, novembro 25, 2010

Istb - pelas ruas II


Estação dos comboios, de onde partia o Orient Express?

Mesquitas com minarete, mas já não sei quais são...

Obelisco do Teodósio (+- 1450 AC) e Obelisco de "Rough-Stone".

Pelas ruas, perdidas, mercados locais, muita roupa de casa, pijamas, edredons... e muita sapataria, lojas de noivas ou vestidos hiper-coloridos e demasiado brilhantes. Giro por serem ruas de comércio genuíno, destinado aos turcos e não a turistas, ie, preços normais/baratos.

Mercado de utensílios de casa, tudo em madeira, tudo de metal. Tentámos perguntar o preço em turco... “Merhaba, ne kadar?” Resultou, ele respondeu em turco... mas nós não sabíamos os números em turco... boa… errr, in english?

O Túnel, elevador subterrâneo, 2o mais velho do mundo, a seguir ao metro de Londres, une Karakoy a Beyoglu. Subimos umas vezes, no fim de um dia a andar a pé... rápido e eficaz!

Os "olhos" azuis estavam em todo o lado, souvenirs, etc, é o Nazar. Deve-se colocar na entrada de casa, para que os visitantes o vejam assim que entram, afasta o "mau olhado"!
Do lado direito vêem-se as sombrinhas/chapéus de chuva, cabo de plástico branco a fazer lembrar um brinquedo das bonecas, mas de forro transparente que dará jeito para ver as vistas... Viam-se em todo o lado, vendiam-se barato, eram engraçados. Em Lisboa seria mais comum verem-se os chapéus baratinhos que se dobram pequeninos, que depois vem o vento e partem-se...