segunda-feira, novembro 17, 2008

Diamantes no Rijks


“For the Love of God”, by Damien Hirst
Cobertura mediátia ao máximo, é impossível não saber que a caveira de diamantes está em exposição no museu Rijks. Ouvi falar em filas enormes para ver a exposição. Decidi tentar numa 6f passada, já que o museu fecha às 21h. Não havia fila. Com o cartão dos museus, foi entrar, deixar o casaco e a mala no bengaleiro, dirigir-me à sala da exposição e sair.
Demorei uns 10mins inteiros.
Pensava sinceramente que a exposição tinha mais de 1 peça, mas é só a caveira, numa sala no escuro, dentro de um cubo de vidro.
8601 diamantes de 52,4carat. Pertenceu a um homem que viveu por volta de 1800 e morreu pelos 35 anos. O título da “coisa” é atribuído ao comentário que a mãe do Damien fez ao saber do intento do filho.
E era isto. Se é bonito?... Mórbido?... Trabalhoso sem dúvida... Lá brilhante é!...