terça-feira, novembro 04, 2008

Cozinhados de fds

Cozinhar para um nem sempre é giro. Mas como não sou esquisita, faço a mais e depois congelo ou trago para o trabalho, redom alimenta!
Uma embalagem de peito de frango comprada no talho dá para muito, por isso fiz 2 pratos diferentes ao mesmo tempo, enquanto a arrozeira tratava do basmati.
Num tacho, o refogado acompanhou caril, pinhões e passas. No outro, as sementes de sésamo fizeram-se ao molho de soja. E como sou gulosa, perante um buffet quero sempre experimentar um bocadinho de cada, a primeira refeição foi mista. Com couves de bruxelas do mercado, pouco cozidas para manterem o verde vitamínico e nada amargas.

Era para fazer raviolis com a C, mas cheguei tarde e acabámos por comer os espinafres e o queijo cottage de maneira diferente.

Cozinhar é sempre uma surpresa, junta-se um ingrediente, 2 ou 3 e sai (quase) sempre bem!