terça-feira, julho 17, 2007

As novas 7 Maravilhas

(escrevi isto depois do evento, mas esqueci-me de fazer post...)
Não são reconhecidas pela Unesco, mas as “massas” e os media vão certamente adoptar as novas 7 maravilhas.
O Cristo redentor!???
Bom, já vi o coliseu de Roma e não me parece que seja assim uma mega maravilha.
Se os planos se concretizarem visito a muralha da China este ano. Bolas, ainda não tínhamos marcado a excursão e agora devem subir os preços…
Gostava de ir ao Peru ver o Machu Picchu, ou “picho” como diziam.
E o Cristiano engasgou-se antes de dizer Chitchén Itzá, é uma palavra difícil. E agora já não deixam subir as escadas… não tem piada!
Dificilmente irei à Jordânia ver Petra. Apesar do Taj Mahal ser muito bonito, a Índia não me fascina o suficiente para uma visita. O Ganges e a sua água multi-contaminada com cinzas de mortos e lavagem de roupa e banhos de milhares… e vai secar em breve!
A parte do espectáculo das maravilhas portuguesas pareceu-me de qualidade deficiente, descoordenação, pobreza nos discursos, coreografias e jogos de luzes (se os eram) pouco conseguidos. A Dulce Pontes canta bem mas quando não está coordenada com a orquestra soa estranho e parece desafinado. Acho que eram problemas de som.
Não era suposto o Joaquin Cortés dançar?
O Carreras fez um playback descarado ou era apenas um disparate de diferença entre o som e a mímica?
Achei que a Jennifer Lopez, ou “Lopes” como disseram, se portou bem. Mas se lhe pagaram 1milhão de euros, então até devia ter cantado e dançado mais!
São opiniões e valem o que valem…
JM