sexta-feira, abril 15, 2011

Gran Canaria – Voo e hotel II


Ah a piscina, era sempre uma vista agradável…

Tinha animação qb, a cargo do Clément (Francês) e da Vitália (Estónia), ginástica de alongamentos, acquagym, xadrez, tiro ao arco, petanca, actividades para os miúdos, etc. Depois do ping-pong ficámos a saber que afinal havia wireless na recepção. Ah bom… então podemos ver emails e ligar à família :) Perdemos o Bingo que era Domingo mas noutro sítio que não sabíamos ainda nessa altura… bolas… o sr do órgão realmente não se calava porque era a função dele naquele espaço, todas as noites, para alegria da malta mais idosa.


A A. portou-se muito bem no arco e flecha! Eu falhei mais do que acertei, mas o 1º até não saiu mal… Também andámos de baloiço, no sobe e desce… para chegar ao escorrega era uma verdadeira ginástica para caber na casinha… era claramente para gente mais graúda…

O que se comeu naquele buffet… muita variedade, saladas, fruta, gelados, peixe e carne, foi raro repetir a ementa! Até havia lanche mas nem sempre tínhamos fome ou estávamos lá. Só os sumos não eram muito bons, de máquina. As bananas eram locais, pequenas e doces, boas! Sai mais uma bola de gelado!

No último dia já não íamos passar no controlo do almoço (vs hóspedes de meia pensão), mas ainda tínhamos a pulseira… no bar da piscina havia sempre hamburguers, cachorros…

Segundo o C. aquele hotel era bom por ter mais malta jovem, noutros seria 90% reformados. Mesmo assim achámos que havia pouca gente da nossa idade. Muitos Holandeses, Alemães, Noruegueses, Suecos, Finlandeses, Ingleses, Irlandeses e também Espanhóis. Poucos ou nenhuns Portugueses. A V. achou estranho estarmos lá porque o Algarve e a Madeira… pois, mas aqui é mais Sul e nesta altura está mais calor que lá! Tivémos 24-25 graus e era agradável para passear e estar na praia (excepto na hora crítica em que a areia escaldava os pés).