segunda-feira, julho 28, 2014

Reservatório da Mãe d’Água das Amoreiras

O museu da água da epal tem mais elementos, a mãe d’água fica perto. Mas não eram só 10min como o sr dizia, mais uns 15-20m, são 1.2km, subidas e descidas. Arco triunfal da Rua das Amoreiras.
Uma cascata monumental, piscina com espaço no meio aproveitado para concertos.
Terraço enorme com outra vista muito bonita sobre Lisboa.
Vê-se o castelo! O volante da válvula de saída da Água, séc XIX rodou… mas não causei nenhum desastre ! O relógio de sol estava à sombra. Os caudais de água seguiam por galerias subterrâneas para chafarizes, conventos e casas nobres da cidade.
E o jardim das Amoreiras logo ao lado convida ao descanso, um gelado ou imperial.

Ficou a faltar o reservatório da Patriarcal e a estação elevatória a vapor dos Barbadinhos.