quarta-feira, agosto 08, 2007

O ciclo natural dos gigantes que comem os mais fracos


Lembro-me daqueles esquemas do ciclo da natureza em que o peixinho é comido pelo peixe, que é comido pelo tubarão. A erva que é comida pelo bichinho, que é comido pelo bicho maior.
Suponho que seja +- um ciclo da natureza e também dos mercados. As empresas crescem, compram outras mais pequenas, tornam-se quase monopólio, e depois dividem-se.
Havia muitos bancos diferentes que hoje constituem o Millennium BCP.
Recentemente soube-se que os Carrefour se iam transformar em Modelos e Continente.
E no fds li que os Marrachinho do Algarve vão dar lugar a Inter e Eco Marche.
Mas não se espera que daqui a anos só existam unimarcas, por isso algo tem de acontecer no “ciclo”!
JM