quinta-feira, julho 15, 2010

Groningen – Torre Martini


A atracção principal de Groningen, como monumento, será a torre Martini, que se pode subir. Será caro? Não me apetece pagar mais de 10eur... eram só 3eur!

Degraus com pouco espaço, principalmente quando nos cruzamos com pessoas no sentido contrário!

Tentei pendurar-me na corda para fazer tocar o sino, mas o meu peso e força não foram suficientes! E dá medo ir para cima e ficar no ar agarrada à corda!

Muitos sinos que tocam de maneira diferente, tinha um painel de botões que fazia tocar alguns.

O relógio da torre... felizmente eram quase só as 2 da tarde, senão tínhamos ficado surdos com o bater dos sinos, que susto e que barulhão!!

Vistas da torre com a universidade.

A cidade é acolhedora e, principalmente, universitária. À primeira vista parece pequena e depois dos 2 mercados, haverá mais para ver? Claro que sim. Uma calmaria total fora “do centro”; lojas curiosas, uma livraria em saldos absolutos e outras colecções em leilão; pátios com bancos de jardim e leitores, tal era o silêncio que imediatamente se sussurava. Entrámos numa loja, escolheu-se, provou-se, efectuou-se a compra, o senhor era uma simpatia. Por curiosidade notei a hora de fecho, já passavam 10mins das 17h! Em Amesterdão seria impossível, aos 10mins para a hora já não nos deixam entrar. E preços mais baratos, ambiente mais relaxado e simpático. Porque é que as grandes cidades se tornam sempre mais fechadas e rudes?