sexta-feira, fevereiro 26, 2010

Bicarbonato de Sódio

Nomes estranho, muito "químico", composto que serve para tudo e mais alguma coisa...

Estas embalagens são um mimo!
Vendido nas farmácias portuguesas.

Que ninguém se engane no lado a abrir… mas também, digo eu, não custava muito fechar o saco com um nó, fita cola...

quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Petiscos Irlandeses

"Ah que saudades das batatas do Mr Tayto..." (I, o irlandês)
Quem??
Directamente de IE, toma lá batatas e as melhores salsichas do mundo! (E queijo, do mesmo que já tínhamos provado)
Pronto, vamos lá comer salsichas de porco... frescas ainda passa, de lata é que só se não puder recusar!

Site da Vaqueiro, a referência do costume, embora sem margarina Vaqueiro, usa-se azeite Gallo.
A couve lombarda estava congelada, e a A tinha partido as folhas em pequenino, mas como as salsichas também são mini, fez-se.

Refeição irlandesa à moda portuguesa com toque de "verdura" chinesa do mercado!

O sr Tayto tem um livro e tudo, é muito engraçado, conta a história da empresa e influência na sociedade nas últimas décadas, com sátira e humor. Mas tive de fazer uma lista de termos desconhecidos, linguagem local irlandesa...
Good craic!

quarta-feira, fevereiro 24, 2010

Ski no Snowplanet

Depois da aula de snowboard, chegou a experiência de ski!
A vaga disponível era para uma 5f, que até deu jeito por ser mais barato, «happy hour«.
Irra, enfiar as botas de ski foi logo um desafio. Caminhar com elas «normalmente« é aquela tarefa impossível.
Oh pra mim em pose com roupa emprestada da C! Gracias!

Descer, tentar ir para o elevador… e escorregar, «patinar« e não sair do mesmo sítio… ter de ser empurrada pela A… com o snowboard sempre tínhamos um pé no chão!

A evolução foi muito mais rápida, descer, «travar« com a «pizza slice«, contornar pinos… vamos para a pista grande! Já!?

Mas a ideia era sair a meio do elevador «saca-rabos«, que só em si já era um desafio aguentar até lá acima com os skis nos pés, quanto mais sair a meio com aquilo em andamento e pessoas atrás!
A estratégia passava por deixar um «gancho» de intervalo, porque quando tentávamos sair a meio, caíamos e não saíamos do mesmo sítio, skis enormes debaixo dos pés para virar 90 graus… risota total e medo de chocar com alguém em cima a subir!
Da única vez que tentei a ¾ de altura da pista, ganhei «tanta« velocidade que me «assustei« e preferi parar de propósito. Mas é giro, chegar ao fim sem cair e «virar«, controlar a paragem, nunca chocámos com as barreiras finais… apesar de esquiarmos sempre em triângulo, ie, em modo de travagem. O que seria com os skis paralelos! Ninguém se magoou e a P relembrou as descidas de há uns 20 anos e aventurou-se mesmo lá do cimo, sem medo e com arte!
Ainda assim, não sei se uma semana de neve me entusiasma… Um ou 2 dias talvez, em pistas de criança para começar!
Ski e snowboard: Checked!

terça-feira, fevereiro 23, 2010

Restaurante Specktakel – 2a visita

A C decidiu voltar para PT, outros convidados tinham acabado de chegar à Holanda… Para despedida, jantar no Specktakel que, mais uma vez, é um espectáculo!
O «menu« de 3 opções é uma escolha acertada, mas em dia de casa cheia não estava disponível o menu com unami.
Entradas :

Australian new style sashimi (pena estar um bocadinho salgado, seria do molho?)
• yellowtail kingfish • pomzu soy • sesame oil • dried miso • baby cress

Spanish Cecina de Leon
• air dried beef carpaccio • avocado • smoked pepper • lemon oil • plum tomato

South African bushman's pie (muito saborosa)
• antelope stew • spicy tomato jam • pastry • watercress • crispy crickets (sim, gafanhotos mini, fritos)
Prato principal:

Thai steamed barramnundi (uma maravilha)
• Pacific sea bass fillet • green curry • shrimps • Thai basil leaves

Italian chicken saltimbocca
• corn fed chicken • saffron pasta • Parma ham • sage • scarmozza cheese

Arroz a la Catalana
• mushroom paella • rabbit • Iberian sausages • sherry • Jamon Iberico • snaills

E o pormenor da caracoleta, a «pedido« do TP!
Sobremesa:

Thai crazy coconut sorbets (escolher gelado quando está muito frio na rua não foi boa ideia…)
• banana & lime • toasted coconut & Thai basil • liquorice & vanilla bean

Caribean burning creme brulee tasting (o caramelo vinha em chama, que eventualmente se apagou… ah não era para soprar? Não resisti, é o hábito de muitos aniversários :P)
• coconut & dark chocolate • minted mojito • mama maracuja
Não fica barato mas come-se muito bem, os olhos ficam satisfeitos, o paladar agradece novos sabores.

Boa sorte C! Cá terás o sofá à espera quando nos visitares!

segunda-feira, fevereiro 22, 2010

Vista de Lisboa (Pollux)


Quem diria que a Pollux tinha uma vista maravilhosa sobre Lisboa no último andar?
Pena não estar um dia com boa visibilidade (foi em Dezembro).

sexta-feira, fevereiro 19, 2010

Livro - The Tiger That Isn’t


Um livro sobre números, um bocadinho de matemática, estatística, probabilidade...
“This delightful book should be compulsory reading for everyone responsible for presenting data and for everyone who consumes it” – Sunday Telegraph
Enquanto se lê, há vários “olha pois é!”, “nunca tinha pensado desta maneira, faz todo o sentido!”, “realmente 70 biliões não é nada...”.
É muito curioso e elucidativo, faz desconfiar dos números que lemos e com que lidamos no dia-a-dia.
Os números não são nada aborrecidos!

quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Cheesecake caseiro

“A minha sobremesa preferida é cheesecake”. Ah... nunca fiz... pronto, temos desafio!
Compra-se a tarteira na loja do costume. Pesquisa-se receitas, sabendo que nem todos os ingredientes se encontram facilmente e que não gosto de usar folhas de gelatina porque não me entendo com elas :P

Para não variar muito a Gasparzinha tem a sugestão perfeita!

Não só nunca tinha feito, como nunca tinha visto ser feito, por isso não fazia ideia se estava a correr bem ou não... Foi fácil de fazer e pareceu bem!

Em vez de limão levou lima. E em vez de barrar com compota de morango... Na mesa havia compota de frutos vermelhos, canela, puré de maçã, marmelada de PT e lemon curd (bolas, acabou-se o frasco!).

Não resistiu muito tempo na tarteira! Obrigada S!

quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Panquecas de Carnaval

Um amigo já me tinha falado da 3f de panquecas, “ah que engraçado nós não temos isso”. 6f passada percebi que era o fds de Carnaval… o Entrudo, esse nome estranho.
Alguns acontecimentos começam a passer ao lado, aqui não acontece nada…
Shrove Tuesday – “the last day of Shrovetide, when people traditionally eat pancakes.”
Pancake Day - In the United Kingdom and many other countries, the day is often known as Pancake Day. Making and eating such foods was considered a last feast with ingredients such as sugar, fat and eggs, whose consumption was traditionally restricted during the ritual fasting associated with Lent.
Shrove Tuesday Pancakes! - In Ireland, It’s called Pancake Tuesday.

A sugestão é sempre bem-vinda e lá fomos (mais uma vez) ao Pancake Bakery!
Divide-se uma panqueca salgada…

Divide-se uma panqueca doce… e a seguir rebolamos para a rua… onde está tanto frio que não há margem para andar devagar a caminho de casa. Nunca mais acaba a neve e frio????
A panqueca de Inverno é a mesma do ano passado, acho que me falhou saber a de Verão! “Pancake filled with homemade apple strudel and warm vanilla sauce. Served with vanilla ice-cream and whipped cream” Esquecemo-nos de pedir sem chantilly… mas alguém consegue comer esta quantidade de natas??? Com esta panqueca gigante? Nem o molho de baunilha se consegue acabar! Desafios constantes...

terça-feira, fevereiro 16, 2010

Skymall

Na ida para NY, para além da revista da companhia aérea, tinha um catálogo, skymall. Tinha coisas úteis, outras pirosas, algumas curiosas…

Este bronzeador de pés pareceu-me particularmente interessante… Para quem joga golfe tão intensamente talvez seja realmente um problema… mas daí a usar isto descontraídamente enquanto se trabalha...

segunda-feira, fevereiro 15, 2010

Le Fournil


Quando apetece um pain au chocolat "verdadeiro", croissants fresquinhos e crocantes, pão de boa qualidade e outras doçarias francesas...

O Le Fournil fica fora do centro, mas é sempre acessível de bike ou tram (24).

O cheirinho à porta é verdadeiramente delicioso, torna-se difícil resistir a comprar um bocadinho de tudo... ou aguentar até chegar à rua para provar o pain au chocolat...
Yummi!

sexta-feira, fevereiro 12, 2010

Nijntje


A Miffy, criação de Dick Bruna, chama-se originalmente Nijntje. Konijn = coelho, Konijntje = coelhinho(a) e ficou só Nijntje. Já os nomes dos seus amigos não os sei de cor, há o Boris, não são só “meninas”!
Todas as crianças holandesas crescem com a Nijntje, há merchandise de tudo, brinquedos, livros, roupa, acessórios, jóias, utilidades, etc. Para miúdos e graúdos!
Para além das lojas de brinquedos e souvenirs em geral, há lojas dedicadas, a de Amesterdão abriu recentemente. É um desafio sair de sem comprar nada, eu não consegui!

quinta-feira, fevereiro 11, 2010

Snowboard no Snowplanet

Por várias razões, nunca fiz férias na neve, mas finalmente houve a 1° experiência!
Com colegas também estreantes, marcámos uma aula com um professor no Snowplanet. Não estando disponível o ski, decidimos experimentar snowboard!

Equipamento? Luvas de neve já tinha, com este frio de gelo e neve, são as mais quentinhas. De resto, improvisa-se... várias camadas de roupa e chapéu, que lá dentro estão -5 graus.

Exercícios iniciais, aprender a andar com a prancha só com um pé de fora, equilíbrio, virar, parar... aprender a cair. É claro que caí, fiquei cheia de neve dentro das calças e no casaco. Umas calças com almofada tinham dado jeito... E quando se cai é uma fracção de tempo claramente insuficiente para pensar que devia cair bem para não me magoar. Também aprendemos a melhor maneira de nos levantarmos :)

É claro que havia miúdos muito à vontade, sem medo, aos saltos...
Chega-se ao tapete rolante; sobe-se (pista pequena de 4m); encaixa-se o pé na prancha, numa operação de equilíbrio delicado já que só queremos começar a descer quando estivermos prontos; desce-se, com opção de cair no meio, várias vezes, sacode-se a neve; chega-se ao fim; liberta-se um pé, chega-se ao tapete rolante...

É hiper cansativo! Pensar fazer isto durante vários dias seguidos é muito estranho...
É giro descer, mas claro que requer muita prática e se virar para a direita funciona, para a esquerda já se inclina erradamente as costas para trás e pumba. Mais vale descer a direito e pronto!

Ao lado era a pista maior com saltos e mais velocidade, nem pensar ir lá para cima!
Próximo objectivo, aula de ski!
Obrigada A pelas fotos e filme! (cuidado com os torcicolos!)
video

quarta-feira, fevereiro 10, 2010

Restaurante Moeders

Para comemorar os 2 anos de chegada a Amesterdão/Holanda, decidi relançar o convite para experimentar um restaurante holandês, esse mistério... Recomendado por leitores da TimeOut, o Moeders tem um ambiente muito acolhedor, uma sala familiar repleta de fotografias de mães (Moeders = Mothers = Mães). Cada copo e prato da sua nação, uns mais rústicos e outros mais desenhados, o serviço foi simpático e o preço é acessível.
Hollandse Rijsttafel: een combinatie van ons suddervlees, hachée & stamppotje...compleet met gekookt aardappeltje, rode kool, appelcompote, stoofpeertjes, spekjes, rookworst & jus.
“Mesa de arroz” mas sem arroz, vem da influência Indonésia.

“It’s very Dutch!” diz a empregada. Bom, então temos… (no prato, no sentido dos ponteiros de relógio) batatas “roseval”, assadas em quartos; pure de maçã; carne estufada; pure de batata (que é sempre pouco puré pelos muitos bocados de batata inteira, mas ao menos sabemos que é batata verdadeira em vez de pó instantâneo!); a mesma carne estufada mas em pedaços e cozinhada com cebola, fica mais cremoso; o famoso stamppot, puré de batata misturado com “vegetais”, uma espécie de couve; salsicha que acompanha o stamppot (abri excepção à carne de porco e provei, mas odiei, nem quero descrever); pêra “bêbeda” e couve roxa com maçã.

Enche muito, principalmente pela batata. Era bom! Estufado de carne com batata... o típico holandês é isto!

terça-feira, fevereiro 09, 2010

Actividades de Winter Blues

Não tinha bem conhecimento do que seria o Winter Blues, até o sentir em Amesterdão…
Falta de sol, dias pequenos, muita escuridão, muito cinzento, muita chuva, muito frio, muita neve. Os casais ficam-se por casa, os solteiros tentam combinar programas… Li recentemente que o dia 18 de Janeiro, ou aí perto, era, estatisticamente, o dia mais deprimente do ano, ou o dia em que mais pessoas se sentiriam deprimidas. Talvez por terem acabado as festas de Natal e Ano Novo, “começa” um novo ciclo, já que muita gente opta por redefinir objectivos nesta altura.
Há poucas horas de luz, depois do trabalho está escuro, não se anda muito pela rua, está frio, etc…
Com a amiga mais vizinha a morar do outro lado do canal, obrigo-a a ir ao mercado aos sábados e depois pomo-nos em cozinhados, convida-se um cobaia (porque a mesa só senta 3) e vai-se percorrendo os livros da Vaqueiro.
Liga-se aos papás e tios a tirar dúvidas, convém virar o peixe a assar no forno, a sapateira coze em 15mins, afinal erva-doce é o mesmo que anis!
E visitámos uma loja deliciosa na Kinkerstraat com todas as especiarias e mais muitos extras, numa mistura de cheiros e cores que alimenta e aguça as ideias culinárias.

Bolo de chocolate, formas pequenas, com claras em castelo/nuvem tivémos de usar as 2 formas.

Bolo de azeite e mel, peço desculpa pela consternação causada pela imagem! Não levou claras em castelo, achámos que cabia numa só forma. “Cheira a queimado!” Olha, põe um papel a tapar. “Está a deitar massa para cima das batatas doces (das 2 qualidades que se encontram no mercado)!” Hã??? @#$%^*, furámos a cobertura do bolo com esparguete e baixou, o vulcão culinário deixou de expelir massa e eventualmente cozeu...

Caril de borrego, receita Vaqueiro, muito cremoso!

Comprámos forma de soufflé na Duikelman (que tem tudo e mais alguma coisa para cozinha), é fácil e sai bem com pescada! Próximos objectivos: soufflé de salmão, sapateira e outro peixe branco…
Pão de queijo da Bimby, com receita aldrabada pela falta de queijo “a sério”.
Bolo de bolacha (com bolachas integrais, devia ter posto mais café para humedecer)
Próximos objectivos na categoria doces: tarte de lemon curd e cheesecake!

Se não posso comprar, posso alugar! Finalmente uma passadeira de corrida... E uso sim sr! Em frente à TV, dá para ver séries e ouvir música para distrair. Tem programas que mudam a inclinação a cada minuto, neste são 5km no total e tenta-se resistir à tentação de olhar para o relógio e distância corrida.
Nesta altura nem pensar ir correr para a rua, no escuro, ao frio e a escorregar no gelo, cheia de roupa e luvas e bóina... Já tenho a máquina há uns 3 meses e extendi o aluguer por mais 2. Excelente opção para não ficar totalmente «enferrujada». Com a desvantagem de ocupar meia sala e ter de ajustar a mobília... Se quiser comprar o equipamento, desconta o dinheiro que já paguei do aluguer!


Põe-se a leitura em dia.
Já saíram as nomeações dos oscars, a lista de filmes em lista de espera vai aumentando.
Analisa-se a agenda de eventos da cidade, seleccionam-se concertos, demostrações, exposições, festas, muitos deles gratuitos.
O puzzle lá continua, muito devagarinho...
Durante a semana dá para uma ou outra coisa, felizmente há um bom balanço entre horas de trabalho e horas livres. Mas cada vez que chega o fds e ficamos contentes de ter 2 dias livres, queremos pôr o sono em dia e atrasamos o duche porque sabe bem andar de pijama e roupão pela casa a preguiçar… depois passa num instante e lá começa a semana…
Malditos Winter Blues !

segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Wit Amsterdam p5

E porque a neve vai e volta, aqui fica mais um registo dos efeitos:
Ainda de quando os canais gelaram, achei insólito (e triste) ver um carrinho de compras no canal (Keizers).

Na praia, em Zandvoort, a areia e as dunas misturam-se com a neve, cenário pouco habitual.

O panorama branquinho na esquina vizinha.


Hoje estão -4, esta semana deve voltar a neve...